Notícias

Lançamento do Mate X, o dobrável da Huawei, é adiado para novembro

Imagem de: Lançamento do Mate X, o dobrável da Huawei, é adiado para novembro

Huawei resolveu adiar o lançamento do Mate X, seu smartphone dobrável, de setembro para novembro. O aparelho foi anunciado pela primeira vez em fevereiro deste ano, mas testes de uso real e cotidiano expuseram algumas fragilidades que apontaram que o dispositivo não estava pronto para os consumidores.

Smartphones dobráveis são notícia pela internet há alguns anos. A partir de 2018, começaram a surgir fortes rumores de que algumas empresas estariam programando o lançamento de seus primeiros modelos para 2019. Os rumores, então, foram confirmados, com a Samsung anunciando o Galaxy Fold, e a Huawei, o Mate X.

No entanto, ambos os aparelhos apresentaram uma degradação bem acima do normal. Essas falhas mostraram, não apenas à impressa, mas aos usuários e às próprias fabricantes, que a corrida para por o primeiro smartphone dobrável no mercado não foi uma estratégia acertada. Se uma delas tivesse investido um pouco mais de tempo em testes, teria atrasado o lançamento de seu produto em alguns meses, mas, ao menos, seu lançamento poderia ser definitivo.

Veja o vídeo de apresentação do Huawei Mate X, anunciado em fevereiro.

Em setembro e novembro começa tudo de novo

Alguns refinamentos foram necessários para que o Mate X pudesse chegar ao mercado de fato. O mecanismo “falcon hinge”, responsável parte dobrável do dispositivo, não será mais feito em fibra de carbono. Já a parte de trás do chassi, que seria feita em alumínio, para ser mais leve, foi descartada por ser pouco durável a logo prazo.

Apesar de ter sido anunciado em fevereiro, o lançamento comercial do aparelho estava marcado originalmente para setembro. A Huawei, inclusive, disse que a próxima versão do Mate X já está em desenvolvimento.

Saindo da China para a Coreia do Sul: a Samsung já anunciou que os problemas do Galaxy Fold também já foram resolvidos e que ele será relançado em setembro. Ainda não há informações sobre quando esses aparelhos vão chegar no mercado brasileiro, nem seus preços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *